Resenha: Procura-se, Giovanna Vaccaro

Resenha: Procura-se, Giovanna Vaccaro

Oi pessoal, estou voltando hoje com mais uma resenha de uma autora parceira. Agradeço a Giovanna e a mãe dela pela a oportunidade de ter essa parceria e por conhecer a história de Procura-se! ♥

Procura-se-Giovanna Vaccaro-Literatura Nacional-Livros-romance

Livro: Procura-se

Autora: Giovanna Vaccaro

Páginas: 200

Sinopse: O tempo que Ariane tem de vida é bem menor do que se imagina. Desde os seis anos, sofre com a doença arterial coronariana, uma deficiência cardíaca genética; rara em pessoas jovens, mas fatal. Mantendo-se com a ajuda de remédios, ela conta com a ajuda de seu pai e de sua irmã Becky.
Para agravar a situação, após uma crise de insuficiência cardíaca, ela recebe a notícia de que deverá passar, o mais urgente possível, por um transplante de coração, caso contrário, seus dias estão por um fio.
Porém, ela tem uma nova razão para pulsar: seu novo amigo Miles. Ariane se envolve em uma paixão “quase” perfeita – diante do difícil drama que enfrenta! Juntos, eles tentarão encontrar uma saída e farão de tudo para congelar o tempo e eternizar cada segundo que lhes resta, como um extenso fio de esperança que surge a seu futuro tão incerto.

Vamos a Resenha!

Procura-se-Giovanna Vaccaro-Sicklit

Procura-se é um livro escrito em primeira pessoa pelo ponto de vista de Ari, mas não irei contar muitas das cenas que vocês encontraram, nem em quais momento chorei ou os que suspirei, somente dessa vez não quero tirar a emoção de quem for ler de poder novamente se sentir como uma menina vivendo o seu primeiro amor, aquela simplicidade de acreditar que tudo vai dar cedo ou aquele sorrisinho bobo do rosto com os momentos de felicidade.

Procura-se não é um livro que apenas conta sobre o primeiro amor, mas também um livro que nós traz os medos e inseguranças dessa fase. Ariane esconde o seu problema dos colegas da escola, inclusive de Miles o aluno novo que aos poucos irá fazer seu coração bater em um ritmo diferente, ela sofre de problemas cardíaco e tudo isso irá entrar em conflito quando precisar de um transplante, seu tempo de vida passa a ser contado e o desespero a pega por muitas vezes e a cada página o segredo se tornava um peço maior.

Procura-se- giovanna vaccaro-trechos- páginas

Não entrei em muitos detalhes na resenha, pois não quero prejudicar a leitura de ninguém. Procura-se é um livro que tem que ser lido sem se saber muito, a história traz um tema bastante difícil e a Giovanna soube trabalhar as emoções de uma forma tão  delicada que é complicado encontrar as palavras certas para descrever a sua forma de escrever, que apesar de simples consegue nos tocar e  nos emocionar. Por diversas vezes me peguei questionando Ari, querendo ajuda-la de alguma forma. Sabe aquela vontade de entrar no livro e abraçar a personagem? Pois é, senti isso por muitas páginas e fico muito feliz por na história ter personagens que façam essa pequena ação que nos leitores não podemos, que eu não pude.

Recomendo esse livro para todos os leitores que gostam de romances na adolescia, a descoberta de estar se apaixonando, o primeiro beijo, que queiram se encantar com o sorriso de travessura do Miles e que suportem carregar o segredo de Ari. Pois acreditem, apesar de o livro ter poucas páginas você irá acabar se conectando com Ari e o segredo dela se tornará seu também, como se você fosse uma amiga dela.

 

Deixarei a abaixo os links das redes sociais do livro para quem ficou interessado, é isso pessoal. Beijos e até logo!

Procura-se-Giovanna Vaccaro-trechos-livros-sicklit

Skoob ♥ Fanpage ♥ Para Comprar

Ass: Amanda Mello.

Anúncios

38 thoughts on “Resenha: Procura-se, Giovanna Vaccaro

  1. Fico feliz de ver a evolução dos autores nacionais. O livro parece ser ótimo, porém não seria uma leitura que conseguiria ler agora… pois em setembro perdi meu Pai com um problema cardíaco.. coração inchado e acabou não aguentando, tenho certeza que iria mais chorar do que ler o livro. MAS Quem sabe em um futuro distante eu tenha coragem de ler sem ficar tão mau depois.
    Bjus

  2. Adorei a capa do livro e me fez desejar fazer uma tatuagem com este desenho. A arte gráfica também parece estar bem bacana, né? Mesmo o livro abordando romance na adolescencia, acho que vou curtir a leitura, porque gosto do genero, mesmo em outra faixa etária. Quero conferir, com certeza!!!
    Beijos

  3. Olá!
    O livro parece ser bem envolvente, focado em uma temática forte para uma fase da vida que já é complicada por si só.
    Só não me interessa por estar fugindo um pouco dos dramas. Mas quem sabe um dia eu não consigo os ler novamente?
    Beijos!

  4. Oi!
    YAY! A autora é minha xará! hahah Gostei bastante da descrição da história e realmente fiquei curiosa sobre o livro. É muito bacana ver o espaço para os autores nacionais crescendo nas livrarias, nas estantes e nos nossos corações leitores, temos diversos talentos que precisavam desse espaço e acho que a Giovanna é um deles. Sucesso a autora e ao blog!

    Beijos!
    http://www.cademeuslivros.com.br

  5. Oi, eu já conhecia o livro de outros blogs, assim como já tinha lido um pouco sobre a autora. Infelizmente, essa não é uma obra que me desperte muitas expectativas, por isso eu não faria a leitura, beijos

  6. Oiee ^^
    Só a sinopse já me fez suspirar. Aaain, esse livro parece ser tão lindo ♥ Não me lembro se já o tinha visto antes, mas, de qualquer forma, está na listinha de desejados. Confesso que não gosto muito de romances com personagens adolescentes, mas estou mais do que disposta a abrir uma exceção \0/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

  7. Primeira vez que eu vejo sobre esse livro, ou melhor, vejo mais detalhes porque tenho a impressão de já ter tido contato com a capa antes. Confesso que gosto de histórias assim, adoro ver a inocência do primeiro amor, do primeiro beijo, dos medos e inseguranças que se tem nessa época… Também quero saber qual será o desfecho para ela, se ela irá conseguir o transplante, se ela será feliz e aproveitará tudo que pode enquanto tem tempo, se irá revelar seu segredo… Enfim, tudo isso. Achei bem legal o fato de você deixar para o leitor se envolver com a história sem tirar nenhuma parte da leitura antes do tempo certo. Espero poder ler essa obra em breve!
    Beijos
    – Bruna
    http://www.brookebells.com

    1. Fiquei bastante preocupada com soltar spoilers, quando o livro é de ação ou terror acabo sempre falando um pouco mais da história, mas esse merecia uma resenha sem tanto detalhes focando mais no emocional. 🙂
      Espero que se você realizar a leitura fique tão emocionada com a história quanto eu!

      Beijos e até logo! 😉
      Ass: Amanda Mello.

  8. Oii!

    Gostaria que houvesse mais blogueiras como você. Falou muito bem do livro sem spoiler, foi na medida certa.
    Eu amo a forma como a autora criou a obra de uma forma que ficamos interessados e querendo ajudar, dialogar com a personagem. é sensacional despertar esses sentimentos *-*
    Como já disse, gostei da resenha! Parabéns e espero ler o livro em breve!

    Beijinhos

  9. Não conhecia a obra da minha xará e fiquei curiosa do modo que ela abordaria tantos temas em tão poucas páginas. Não são todas as obras do tema que me emocionam e que bom que você conseguiu ficar emocionada diversas vezes na leitura, já a edição me pareceu bem bonita nas sua imagens!

  10. Oie!
    Eu já li esse livro e a história é bem curtinha, e se você se falasse muito na resenha, provavelmente soltaria algum spoiler, rs. EU gostei muito dessa história, achei super delicada, e em poucas paginas a autora consegue criar um ótimo enredo que fala muito mais que apenas a doença da jovem, É uma leitura muito boa \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

  11. Não conhecia o livro, mas achei a história muito meiga. Deve ser uma leitura muito leve e gostosa. Ando precisando ler algo assim, por isso, já anotei a sua dica. Gostei da capa, tudo a ver com o tema da paixão adolescente. Senti bastante sinceridade na sua resenha, e que bom que você toma cuidado em não comentar detalhes da obra para não atrapalhar a leitura de outras pessoas.

  12. Olá querida
    Tudo bom?
    Nossa a Ari está vivendo seu primeiro amor e junto um problema de coração, deve ser uma experiência bem conflitante.
    Você deixou a história em um total mistério, estou vendo que terei que passar ele na frente dos outros.
    Beijos

  13. Olá Amanda Adorei o jeito que você fez a sua resenha, contando sem contar muito, só aguçando mais a curiosidade das pessoas para história. acho que em mim Vivi uma eterna adolescente, Então acho que adoraria essa leitura.
    parabéns pela sua resenha.

    beijos e até mais.

    Giuliana

  14. Oi Amanda!
    Ainda não conhecia a autora, mas achei a premissa do livro bem legal, gosto muito de histórias tocantes. Dessas singelas que retratam o primeiro amor e tudo mais.
    Gostei muito da resenha *…*
    bjs

  15. Olá, boa noite, tudo bem? Essa escritora foi na minha escola e meu amigo ganhou o livro dela, ele disse que é bem melhor que a cula é das estrelas, eu não sei, porque não li nenhum dos livros, lendo a história dele, eu achei até bem comum, porque parece que virou moda, colocar pessoas com doenças terríveis nos livros… não estou criticando negativamente o livro, mas também não estou dando créditos, estou neutra.
    Sthe – Blog

    1. Tudo sim Sthefanie e boa noite para você também! \o/
      Eu entendi o seu comentário, eu não usaria a palavra moda pois esse já era um gênero bastante publicado só não era tão reconhecido. A parte do reconhecimento começou após o livro A Culpa é das Estrelas realmente, mas houve alguns como Meninas Frias que já eram bastante comentados entre os leitores e que também fazer parte do gênero sick lit, só não foi o mesmo sucesso de A Culpa é das Estrelas.
      Eu tenho um carinho especial pela A Culpa é das Estrelas por ser o primeiro livro que eu li do gênero, mas posso te citar diversos livros que falam sobre doenças e que trabalham o assunto melhor que o autor John Green.
      Já a parte do comum vai muito de cada história! Cada autor tem uma forma de escrever e isso altera tudo. A Giovanna é bastante jovem, entretanto ela tem uma delicadeza grande com as palavras e conseguiu fazer uma história emocionante onde algumas atitudes da personagem até me assustaram e esse é o ponto, todo autor vai despertar sentimentos e reações diferentes em você! ❤

      Beijos e até logo! ;D
      Ass: Amanda Mello.

  16. Oii, tudo bem?
    Eu já tinha visto algumas resenha desse livro, e todas falam bem. Fico feliz que que a leitura tenha sido cativante e emocionante. Espero ter a oportunidade de ler o livro algum dia.

  17. Olá Amanda!
    Esse sim é um drama bastante pesado. Tratar de doenças graves como essa no coração é bastante pior quando em adolescentes. Sei bem o que você sentiu e o medo que teve de acabar “falando demais” na hora de escrever a resenha, mas fique tranquila, você passou a emoção e a compaixão que sentiu, perfeitamente. Eu sempre me emociono com dramas assim, quando li Dançando sobre cacos de vidro, sobre um casal completamente problemático, me chocou durante alguns dias. A única coisa que acalmou meu coração foi saber que é ficção, embora tenha sido baseado em casos reais que aconteceram no mesmo hospital o qual se passa parte da história. Vou marcá-lo para não esquecer e me emocionar de novo, pq não adianta, por mais que eu fuja essas histórias me perseguem. Parabéns pela resenha, foi uma das melhores que já li!
    bjsss

    1. Oi Isa! *o*
      Nossa! ❤ Muito obrigada por esse elogio, fico até sem palavras. Escrevi a resenha apenas tendo todo cuidado possível por ser um tema delicado e um livro que acredito que mais pessoas deveriam ler, me emocionei muito durante a leitura e assim como você por mais que eu tente não consigo fugir desses livros. Acredito que cada história transmite uma mensagem e esses são os gêneros que mais me fazem refletir sobre a vida e escolhas.
      Vou anotar o livro que você disse também, pois se te causou esses impacto, com certeza será uma história que me emocionará bastante. ❤ ❤ ❤
      Mais uma vez muitoooo obrigada por tamanho elogio!

      Beijos e até logo! *o*
      Ass: Amanda Mello.

  18. Oi Amanda, tudo bem?
    Não conhecia a autora e nem o livro, mas fico muito contente quando vejo que a literatura nacional vem ganhando cada vez mais espaço em nossa estante e em nossa lista de autores favoritos. Adorei saber que essa história nos faz relembrar a época do primeiro amor, uma fase que não é fácil para todos mas é tão linda por conta da inocência. Gostei da resenha e espero poder fazer a leitura em breve e assim como você me conectar a Ari e sua história.

    Bjs, Glaucia.
    http://www.maisquelivros.com

    1. Tudo sim Glaucia, espero que com você também! 😀
      Também fico imensamente feliz em ver a nossa literatura crescendo e conquistando o se espaço, sei que os nossos autores enfrentam muitos preconceitos, mas é bom ver que eles continuam lutando.
      Espero que quando você ler o livro se sinta como eu!<3

      Muito obrigada pela visita e até logo! 😀
      Ass: Amanda Mello.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s