Resenha: Mosquitolândia, David Arnold

Resenha: Mosquitolândia, David Arnold

Voltando com a resenha de Mosquitolândia do autor David Arnold, em breve vou liberar o vídeo também onde falo mais sobre a história. 😉

mosquitolandia-david-arnold

Livro: Mosquitolândia

Autor: David Arnold

Páginas: 352

Sinopse: “Meu nome é Mary Iris Malone, e eu não estou nada bem.” Após o inesperado divórcio dos pais, Mim Malone é arrastada de sua casa em Ohio para o árido Missis – sippi, onde passa a morar com o pai e a madrasta e a ser medicada contra a própria vontade. Porém, antes mesmo de a poeira da mudança baixar, ela descobre que a mãe está doente. Mim foge de sua nova vida e embarca em um ônibus com destino a seu verdadeiro lugar, o lar de sua mãe, e acaba encontrando alguns companheiros de viagem muito interessantes pelo caminho. Quando a jornada de mais de mil quilômetros toma rumos inesperados, ela precisa confrontar os próprios demô- nios e redefinir seus conceitos de amor, lealdade e sanidade. Com uma narrativa caleidoscópica e inesquecível, Mosquitolândia é uma odisseia contemporânea, uma história sobre as dificuldades do dia a dia e o que fazemos para enfrentá-las.

Vamos a Resenha!?

Em Mosquitolândia iremos conhecer Mim, ou melhor dizendo, Mary Iris Malone. Uma garota de 16 anos que foi arrastada da sua vida para uma nova casa, que passa a conviver com uma estranha que seu pai insisti ser um bom modelo feminino, sua madrasta. A onde está a mãe de Mim? Isso é o que iremos descobrir durante a leitura.

mosquitolandia-livro-de-viajens

Após escutar uma conversa na escola do diretor com seu pai e sua madrasta, Mim chega a conclusão que sua mãe precisa dela mais do que nunca, então decidi fugir de casa e ir encontrar a mãe a partir de um endereço que havia nas correspondências antiga das duas.

O livro de David Arnold é uma leitura maravilhosa, onde me conectei automaticamente com a personagem principal, apesar do autor trazer alguns temas delicados para reflexão no livro, entre eles família sem estrutura, doenças, abuso sexual, a leitura continua sendo envolvente e boa. Foram diversos os momentos em que me peguei rindo com os pensamentos da Mim e que me emocionei com as suas cartas.

mosquitolandia-trechos-livros

A história é desenvolvida em primeira pessoa pelo ponto de vista da personagem principal e por meio de cartas onde ela conta para “Isabel“(personagem que só iremos descobrir quem realmente é mais para frente) quais são os motivos da sua decisão de ir atrás de sua mãe, em nenhum momento a leitura se torna cansativa, porquê primeiro iremos acompanhar o que está acontecendo com a personagem e nas suas cartas iremos ler lembranças dela que foram importantes e formadoras da sua personalidade. Admito que na minha opinião as cartas que mais me marcaram foram as que ela contava coisas que ela e sua mãe faziam juntas, o amor dela pela mãe e vice versa parecia sair das páginas do livro e me tocava de uma forma que não sei explicar.

Mosquitolândia-livros-leituras-viajens-jovem adulto.jpg

Recomendo Mosquitolândia para todas as pessoas que querem se surpreender com a leitura de um livro, viver a história e amar os personagens como nunca. ♥

Beijos e até logo! 😉

Ass: Amanda

Anúncios

34 thoughts on “Resenha: Mosquitolândia, David Arnold

  1. OI, tudo bem?
    Ainda nao conhecia o livro, mas adorei a premissa. Muito bom quando gostando e nos conectamos assim com a personagem. Adorei os temas que o livro trabalha e ler os elogios. Leria com certeza. Ótima dica.

  2. Oie!
    Acredita que quando li esse título, achei que a história seria totalmente diferente. Não sabia sobre o que se tratava essa história, e é bem diferente do que eu esperava.
    Gostei bastante dessa indicação, e fiquei curiosa para conferir.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    1. Quando comprei também esperava um livro totalmente diferente Carla. Foi grande a minha surpresa enquanto lia e me deparava com as situações que a Mim tava passando, grande surpresa, mas sem dúvidas feliz! ❤

      Beijos e até logo! 😉
      Ass: Amanda Mello.

  3. Só de ler o título me deu urticária… Kkkkk… Odeio mosquitos. Se não tivesse informado em sua resenha a forma como o autor aborda diversos temas aos quais tenho tido interesse em ler ultimamente, teria passado direto pela indicação desse livro, por conta tá pouca idade da protagonista. Mas acho q darei uma oportunidade a essa leitura agora que conheci um pouco mais sobre ela.

  4. Amanda, tudo bem?

    Adoooooooooooooroooo esse livro… Acho tão cheio de ironia, de reflexão, de sutilezas que vão se entranhando na gente nos fazendo querer acolher a Mim e todos os personagens secundários…Só senti falta de um epílogo. Eu queria muito saber o que aconteceu depois. O trio se reuniu novamente? Como todos eles lidaram com a distância e com todas as possibilidades que se abriram? De qualquer maneira, é mesmo um livro que merece ser lido. E além de ter uma história emocionante e divertida, é um exemplar muito bonito.

    beijo

    http://www.leitorasinquietas.com.br

  5. Olá
    Sempre gostei desse título, alem da capa e do projeto gráfico, mas quando eu leio a sinopse e as resenhas, eu acabo desistindo da leitura, peguei uma birra muito grande com tramas adolescentes, então vou pular a dica de hoje

  6. Oi, Amanda, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro, mas de cara já gostei dessa capa fofinha.
    Fiquei curiosa para saber se essa madrasta é mesmo tudo isso que o pai de Mim idealiza, para saber onde está a mãe da garota, etc… sua resenha me deixou curiosa sobre diversos pontos da história.
    Gosto, particularmente, de livros YA que tratam de temas sérios, como parece ser o caso de “Mosquitolândia”.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro em algum momento.

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    1. Tudo ótimo Amanda! 😀
      A capa é fofa demais, no começo foi isso que me atraiu também! Tenho certeza que você irá gostar, a história é ótimo e durante a leitura você irá entender algumas atitudes e julgar outras, assim como a Mim!
      Beijos e obrigada pela visita! 😉
      Ass: Amanda Mello.

  7. Eu conhecia o livro apenas por capa.
    Essa é a primeira resenha do livro que eu leio e confesso que gostei muito da premissa. E saber que o livro é narrado em primeira pessoa me anima muito também.
    Espero ler o livro em breve. Acho que vou curtir muito.. Adoro esses livros que o personagem sai para procurar alguém.

  8. Olá…
    Conhecia esse livro apenas de vistam não tinha lido nenhuma resenha sobre ele. A história parece ser realmente interessante. Gosto muito de livros narrados em primeira pessoa, mas a história do mesmo não me atraiu muito.
    Acho que deixarei a dica passar dessa vez.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

  9. Oi!!
    Lembro que quando li sobre o lançamento desse livro, o titulo me deixo bem curiosa. Embora o livro traga temas que são considerados pesados, o autor soube trabalhar bem os assuntos de forma que a leitura seja envolvente.
    Tenho muita vontade de conferir a história na íntegra.
    Beijão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s