Resenha: Sangue Quente, Isaac Marion

Resenha: Sangue Quente, Isaac Marion

Oi pessoal! 😉 Para quem não sabe eu sou muito fã de livros com o tema zumbi, então tento ler por mês pelo menos um livro do tema! hahaha

Sangue Quente-Isaac-R-livrosqueviraramfilme.jpg

Livro: Sangue Quente

Autor: Isaac Marion

Páginas: 256

Sinopse: R é um jovem vivendo uma crise existencial – ele é um zumbi. Perambula por uma América destruída pela guerra, colapso social e a fome voraz de seus companheiros mortos-vivos, mas ele busca mais do que sangue e cérebros. Ele consegue pronunciar apenas algumas sílabas, mas ele é profundo, cheio de pensamentos e saudade. Não tem recordações, nem identidade, nem pulso, mas ele tem sonhos.

Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima. Julie é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a “vida” de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos-vivos, e talvez o mundo inteiro.

Assustador, engraçado e surpreendentemente comovente, Sangue Quente fala sobre estar vivo, estando morto, e a tênue linha que os separa.

Vamos a Resenha!

Sangue Quente-Meunamoradoéumzumbi-Isaac.jpg

A história é contada em primeira pessoa por R, um zumbi.

“O que tem de errado comigo? Olho para minha mão e sua carne cinza e pálida, fria e dura, e sonho com ela rosa, quente e flexível, e que pode manejar, construir, acariciar.” – R.

Para quem não gosta do gênero distopia com zumbis, talvez em um primeiro momento se sinta desconfortável, mas aos poucos você irá passar a enxergara a situação com outros olhos. R não lembra quem era, nem seu nome realmente, murmura poucas palavras, mas em seu cérebro algo acontece, ideias e mais ideias, pensamentos e questionamentos sobre tudo,principalmente sobre aqueles que são como ele e aqueles que são como os ossudos.

Sangue Quente-Meu namorado éumzumbi-Isaac.jpg
Cada capítulo inicia com um desenho de uma parte do corpo humano…

A princípio eu não compreendia quem era os Ossudos, mas conforme as páginas foram passando fui vendo entre as linhas uma crítica a organização da nossa sociedade, a maneira como idolatramos religiões ou pessoas famosas, como muitas vezes não usamos nossos cérebros e acabamos envolvidos em uma histeria de medo ou de perseguição e preconceito. Os Ossudos representam essa parte da nossa sociedade. Dentro do aeroporto onde R vive, os Ossudos são tudo, eles que mandam e o que eles dizem é lei. Logo nas primeiras páginas vemos R se casar com uma mulher que ele viu apenas uma vez, mas que o faz ir até os Ossudos e passar por uma cerimonia que seria um casamento, mais alguns dias se passam e o casal recebe duas crianças mortas para criar.

“Comer não é uma coisa prazerosa. Mordo e arranco fora o braço de um homem. Odeio os gritos, porque não gosto da dor, não gosto de machucar as pessoas, mas agora é assim e é isso que temos que fazer.”

R só encontra conforto através de lembranças, e ele só encontra lembranças quando come cérebros, será em uma das suas caçadas que irá conhecer Perry e por meio de suas lembranças que sentirá algo em si despertar.

sangue-quente-isaac-marion-zumbis-distopia

Isaac Marion foi genial na criação de seu livro, ele não apenas nós  apresenta um personagem que (apesar de tudo) nos identifiquemos com facilidade, como também nós mostra o quanto nossa sociedade pode ser fria e injusta. Durante a leitura foram vários os momentos em que parei a leitura e pensei que ele estava descrevendo o que eu vejo hoje em dia. Podemos ver esse olhar do autor não apenas no aeroporto onde R vive, mas também nos estádios de futebol onde as pessoas que estão vivas, como Julie, se escondem e se protegem.

Diferença entre o livro e o filme!

Meu namoradoéumzumbi.jpg

Sei que muitas pessoas não gostam do filme Meu Namorado é um Zumbi, para quem não sabe ele foi inspirado em Sangue Quente e pensando em como essas pessoas podem perder uma leitura maravilhosa decidi falar um pouco das diferenças.

A primeira diferença que é essencial eu citar aqui é que a história do filme é apresentada de uma forma muita mais leve do que no livro(chega a ser um comédia romântica, enquanto o livro esta mais para um suspense psicológico, com alguns momentos engraçados e a grande maioria pelas poucas palavras do amigo do R).

No filme acompanhamos uma sociedade futurística que foi devastada por um vírus. R nele

R e Julie.jpg
R é interpretado por NIcholas Hoult e Julie por Teresa Palmer.

aparenta ser um rapaz jovem que se mantém com boa aparência, até ai tudo bem, as mudanças começam pela roupa, ele se veste no livro de terno e gravata, isso é uma dica do autor em relação ao passado do personagem e também uma critica velada há algo que ocorre atualmente na nossa sociedade com os jovens(não vou dizer o que é, pois acho que já falei muito), em algumas páginas logo no início ele comenta(pensando) um pouco sobre o que ele acreditava ser quando estava vivo. Essa mesma mudança ocorre com o amigo do R, que é no livro e no filme um personagem essencial, no filme ele usa terno e gravata, enquanto no livro fica claro que ele era um motoqueiro por causa das roupas.

No filme não iremos encontrar praticamente nenhuma(se não me falha a memoria) crítica a organização da sociedade e nem veremos como os zumbis na verdade estão organizados, não existirá a esposa, que no livro serve exatamente para mostrar essa parte da obrigação dos laços matrimoniais e de se ter filhos(do quanto isso é cobrado), ela também serve de ligação para a questão do idolatramento que ocorre.

Outro ponto que posso destacar é que no filme pode ser que quem assistiu venha a entender que o sentimento de R por Julie não é verdadeiro, ou que não seja algo que ocorreu naturalmente, no livro iremos aos poucos conhecer os passados dos personagens (exceto de R) que acabará por mostrar outra versão da história. Uma versão muito mais dura e dolorosa!

Para Comprar Edição Física

Bem gente, depois dessa resenha enorme espero sinceramente que alguém queira conhecer essa obra! ❤ Até logo!

Ass: Amanda Mello.

 

Anúncios

29 thoughts on “Resenha: Sangue Quente, Isaac Marion

  1. Olá, seu texto ficou muito bom – gostei da comparação entre livro e filme, porque ajuda a estabelecer o parâmetro para quem só conheceu o filme. Mas faço parte do time de medrosos que foge deste tipo de história. Por isso, desta vez, vou passar a dica! Abraços!

  2. Oi, amanda, particularmente não gosto de distopias, então é um livro que não me chama atenção, mas achei bacana esse olhar sobre a sociedade que deixa até meio realista. e que bom saber que o filme foi feito de uma forma bem mais leve, é uma alternativa para quem não gosta de leituras mais densas.

  3. Eu amei a resenha. Vi esse livro numa promoção, mas não comprei porque não conhecia direito a história… Nossa, que dor eu sinto agora. Eu nunca li nada relacionado aos zumbis, mas deu vontade de me arriscar, haha. Ameeei sua resenha.

  4. OOi!
    Amooo o filme! kkkkkk Imagina o que vou achar do livro, que, pelo que disse, é muito melhor?
    Agora fiquei louca para lê-lo. haha Nunca li nada com zumbis (apena assisti à filmes), mas levando em conta que amooo distopias, e adoro a premissa, pretendo realizar a leitura. Espero que seja em breve.
    Parabéns pela resenha e pela comparação entre o livro e o filme. 🙂
    Beijoos!

  5. Oi Amanda, sua linda, tudo bem?
    Já vi esse livro várias vezes e confesso que a sinopse dele nunca chamou minha atenção. Mas pelo visto o livro traz um enredo inteligente, cheio de críticas que nos fazem refletir sobre nossa sociedade e sobre nosso comportamento dentro dela. Estou mega curiosa para descobrir o passado dele, pelo visto é um dos mistérios da trama. Eu não sabia desse filme, mas confesso que o livro me atraiu mais. Para a lista, com certeza!!!Sua resenha ficou ótima!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

  6. Olá! Eu nunca li nada com histórias de zumbis, a não ser os da série TWD (que não tem nada a ver com a série) rs Então acho que estou pronta para ler outros, para este por exemplo que parece ser uma leitura divertida, eu assisti ao filme “Meu namorado é um Zumbi, mas pra falar a verdade nem sei se gostei, eu gosto quando é terror e o filme é um romance. Contudo livro é livro!
    Bjs

  7. Oi, eu nunca assisti o filme ou li o livro. E confesso que apesar da resenha estar impecável e da história trazer uma crítica a sociedade, ele não me chamou muito atenção.
    Mas obrigada pela dica!
    Beijos.

  8. OI Amanda,
    Gostei de você citar as diferenças entre o livro e o filme. Já vi alguns pedaços do filme, mas não assisti todo. Não sou muito fã de livros com historias de zumbis como você. Agora vou começar a ler The Walking Dead e quem sabe eu possa mudar esse pensamento?
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

  9. Olá Amanda, tudo bem?
    Eu assisti o filme Meu namorado é um zumbi e amei kkkk acho que foi justamente por ser uma comédia romantica. Não curto muito zumbis mas esse filme é bem leve como você disse. Sobre o livro não sei se leria, mas preciso dizer que a sua resenha e o fato dele ser a base do filme me deixaram curiosa. Beijos

  10. Olá, eu vi o filem recentemente e gostei, mas fiquei com algumas dúvidas e por isso queria ler o livro. Gostei da sua resenha, me fez ver que há diferenças bem importantes na história e me deixou ainda mais interessada em realizar a leitura, ainda que eu não seja muito fã de zumbis.

  11. Oi, Amanda!
    Eu gostei bastante da sua resenha, apesar de não ser muito fã de histórias de zumbis, achei interessante o autor mostrar um lado diferente das coisas. Nunca vi o filme, e acho que não irei assistir. Já o livro, anotei a dica, espero conseguir ler.

  12. Olá, tudo bem? Menina que ótima resenha e principalmente a parte da diferença do filme e do livro. Não sou fã de zumbi por isso nunca assisti nem li um dos dois. E acho que por isso iria passar essa leitura. Esses temas de terror/suspense nunca me chamou atenção por ter medo, e isso também acabou refletindo no que eu gosto na literatura.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

  13. Amanda, eu não consigo curtir muito zumbi, logo não consigo me animar muito em ler.
    Mas fico feliz em saber que o livro é diferente do filme.
    Quem sabe eu dê uma chance mais pra frente.

  14. Confesso que também gosto muito dessa temática meio pós apocalíptica, acho zumbis muito legais kkkkkkkk mas nunca li nenhum livro com algum protagonista assim, só assisto TWD mesmo!
    Fiquei curiosa com essa história, vou pesquisar mais sobre ela.
    Beijos e boas leituras

  15. Oiee, tudo bom? Amei seu post! Bom saber que o livro é tão diferente do filme, pois não gostei muito dessa adaptação não, e as atuações foram bem meia-boca. Agora você me deixou curiosa para conferir a obra 😀
    Beijos

  16. Oiii, tudo bem?
    Menina eu sou louca para ler esse livro, parece ser cheio de mistérios e suspenses, sua resenha e as fotos ficaram lindas e com toda certeza quero ler, gostei bastante dessa adaptação!
    Beijinhos da Morgs!

  17. Logo no começo de sua resenha, já lembrei do livro “Caixa de Pássaros”, que apesar da história envolvente decepcionou muito… Eu assisti “Meu namorado Zumbi” que apesar de bobinho, eu ri bastante, gostei realmente da história, apesar de ter sido bastante criticado. Acredito que tendo oportunidade, com certeza leria esse livro tão bem recomendado por você. Uma observação: adorei a foto que tirou do livro nos gravetos, muito bonita!

    Nara Dias
    Viagens de Papel

  18. Oie, tudo bem?
    Não conhecia esse livro, e confesso que nunca li algo parecido. Não sou muito chegada a zumbis, a casa inteira assiste The Walking Dead e eu tipo, man, qual é a graça de ver uma série que tem uns caras que morrem e voltam parecendo carniça?
    Mas esse filme, Meu Namorado é um Zumbi eu assisti, depois da minha mãe ter me falado tanto dele, e achei interessante. E pela premissa o livro é bem melhor que o filme, ne? Talvez eu dê uma lida porque me interessei.
    Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s